sábado, 2 de julho de 2016

Sonetos de Inácio Dantas

Amigos(as), vejam o status das visitações no meu blog de Poemas e Sonetos. São 2.400 visitações média por mês. Vejam de onde provêm os acessos.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Dia dos namorados. Duas considerações importantes para o casal.


Dia dos namorados. Duas considerações importantes para o casal.

1.Caminhando lado a lado

Você encontrou um novo alguém? Decidiu, ao lado dele, abandonar o passado, dar nova diretriz ao seu futuro e novo alento ao seu viver?
Então agora você já não está só. A vida, doravante, será um percurso feito a dois. Ombreados, passos no mesmo ritmo, seguirão juntos para construir um novo amanhã. Siga, pois, ao lado dele, na mesma toada. Não hesite nem se distraia com coisas vãs; cale-se aos alaridos estranhos que por ventura ecoar. Lembre-se, você tem ao lado uma companhia valiosa: a pessoa amada. Quer uma caminhada mais agradável do que essa? E, ante o peso do cansaço, sentir erguê-lo a mão amiga de quem o ama?
Então siga. O universo será pequeno para a grandeza dos seus sonhos!
Caminhe o seu caminho, dê a volta no planeta, mas faça-o sempre com regozijo no coração e com a presença inseparável de quem escolheu para ser sua cara-metade.
Finalmente, ao dar seus milhões de passos, vencer os céus, terras e mares, você, envelhecido, chegará ao destino com ela ao seu lado, feliz, e com a grata certeza de que faria tudo outra vez!

>> 

2.Cumplicidade: o que um deseja para o outro deve ser reflexo do que deseja para si.

A partilha das atividades diárias de um casal, além de diminuir a carga do esforço de cada um, torna-o mais íntimo, aperfeiçoa-o e fortalece-o para enfrentar os transtornos da vida.
Somar forças é diminuir dificuldades!
Um bom papo, espíritos em alto-astral, almas felizes, permite arquitetar empreendimentos vislumbrando um futuro auspicioso. Quanto mais estreita a cumplicidade, mais há melhoria no padrão de vida do casal, culminando com a formação de uma dupla de imbatíveis vencedores.
Não é só de dinheiro que vive o casal. Mas de união, desejo de vencer a escuridão dos problemas com a aura protetora do amor.
Casais onde o relacionamento é transformado em “cada um por si” dá-se a fissura da união, passo para a ruína. E, além do embate interno, terão que embater com o mundo lá fora, selva repleta de leões famintos.
Cumplicidade é sociedade entre marido e mulher, onde o contrato é ditado pelas normas do amor e a regência pelo desejo de viverem a mesma vida, como um só corpo, por longas e longas décadas.

Prof. Inácio Dantas
Do livro “Segredos para uma união Vencedora” – Em promoção em: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-767506856-segredos-para-uma-unio-vencedora-_JM



domingo, 8 de março de 2015

Sonetos para viver bem dentro de si.


Tolices 

     
Não gaste seu tempo com tolices.
Ele pode fazer falta ao precisar usá-lo
em coisas inteligentes.

Desfaz do seu juízo as coisas tolas
que por não ter valor entram por acaso.
Tira-as que aí não é lugar de pô-las
no progresso jogam o limbo do atraso.

Coisas fúteis deixa-as ao descaso
boas ideias devem logo sobrepô-las.
O inútil na mente tem curto prazo
lugar de drogas é dentro de ampolas.

Sensatez nasce dentro da pessoa
pra tolices ter a métrica noção
e não dizer sim ao ter que dizer não.

O tempo é precioso, não perde-o à toa,
e não queira ter pra si o que não é legal
nem dê valor de joia ao que é banal!





Riqueza pobre
     

Muitas vezes a felicidade
está em pequenas coisas diante dos nossos olhos;
elas passam e não a vemos...

O pouco que tiver não olhe com desprezo
nem jogue-o no lixo dos pensamentos.
A vida se alterna, bons e maus momentos,
o sol hoje se apaga, amanhã volta aceso.

Não cobice, nem teça mil lamentos,
quem é fraco não se mostra indefeso.
Riqueza? Quem morre não leva peso
deixa tudo em cofres e testamentos.

O pouco que tiver conserve-o com zelo:
Quem tem algo, bem sabe quanto vale,
o suor pra conquistar cada detalhe.

O pouco que tiver dê glórias por tê-lo.
Olhe em volta, sob o frio da madrugada,

vive pior aquele que não tem nada!


Prof. Inácio Dantas

do livro "Janela para o Mar"

www.amazon.com.br


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Poema “Se ela for” (Cantar em ritmo de short (Forró))


Poema “Se ela for” (Cantar em ritmo de short (Forró)

       R        Se acaso aquela morena for
       e         eu também vou
       f          Pode chover, relampear eu vou tá lá
       r
       ã         Se acaso aquela morena for
       o         eu também vou
                  Vou ao fim do mundo pra ganhar o seu amor


Ela é nova, é gostosura
Rosto de anjo e um corpo sensual
É cinderela, é formosura
Me deixa louco quando pega no meu ...

Braço e se arrocha num abraço
perde a vergonha e o jeito de donzela
Fica doidinha se esfregando num amasso
A minha coisa apertando a coisa dela...

Ela suave, igual fruta madura
Doce e macia que derrete na boca
Quando me pega, ninguém segura
Solta faísca, fica parecendo lôca...

Tô gamadão nas coisas que ela faz
Mexe comigo e me deixa ligadão
Entro na frente e também entro por trás
Tão sempre abert´as portas do seu coração...

(Refrão)


Inácio Dantas
Do livro Ebook “©Poemas Musicais” (Obra Registrada na Biblioteca Nacional)
www.amazon.com.br